GERADOR | Pavilhão Walk & Talk  

“Walk&Talk vai ter um Pavilhão que é um capote açoriano assinado por Artworks e GA Estudio”   06/19


“Entrevista a José Miguel Pinto, responsável pela Artworks, sobre o contexto empresarial e artístico dos projectos já realizados, bem como do novo projecto das residências No Entulho.”
04/18

“Uma fábrica que é muito mais do que uma serralharia (…) um estaleiro usado por escultores e arquitectos consagrados; e, a partir deste ano, um atelier para residências de jovens artistas.”
03/18
“Artista francês de origem portuguesa, Jérémy Pajeanc foi o primeiro residente do projecto No Entulho. Aproveitou a oportunidade para chamar a atenção para o drama dos imigrantes que querem passar a fronteira de França para a Inglaterra.”
03/18
“Bom Caminho Errado” é o mote para a segunda mostra criativa do programa de residências artísticas “No Entulho”, uma iniciativa da OTIIMA ArtWorks que visa proporcionar a pesquisa, a partilha e a produção artística desenvolvida nas instalações da empresa.”
05/18
“Desenvolvemos este espaço com o objetivo de apresentar os trabalhos que resultam do nosso programa de residências artísticas na Póvoa de Varzim”, explica Diana Menino, coordenadora do projeto em Lisboa. As obras de Rafael Yaluff, de Jérémy Pajeanc e de Tiago Madaleno são as primeiras a sair desta iniciativa, que se chama No Entulho.”
10/18

“No Entulho: Tudo se cria, tudo se transforma, mas nada se perde”

04/18

Os projectos desenvolvidos para a exposição “Still Cabanon” poderão ser vistos a partir do dia 25 de Outubro no Gabinete, em Lisboa. Depois da passagem pela Casa da Arquitetura, em Matosinhos, o Gabinete apresenta Still Cabanon, uma exposição itinerante criada para o Anozero’17 – Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra.
10/18
“Os projectos desenvolvidos para a exposição “Still Cabanon” poderão ser vistos a partir do dia 21 de Julho na Casa da Arquitectura, em Matosinhos. A exposição será inaugurada pelas 17h, e estará patente na Galeria da Casa até ao dia 16 de Setembro. A exposição “Still Cabanon” resulta de um desafio lançado pelo Atelier do Corvo e a ArtWorks a autores de diferentes áreas disciplinares como a arte, a arquitetura e o design, e surgiu no âmbito da programação associada à bienal Anozero’17 – Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra.”
07/18

“Arrancou no sábado passado (18 de Novembro) a exposição “Still Cabanon”, no âmbito da programação associada à bienal Anozero’17 – Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra. “

11/17

A instalação “Central Tejo” de Pedro Cabrita Reis, desenvolvida pela Artworks para a Fundação EDP. “Duas torres em alumínio, conexas e iluminadas, com 10 metros de altura. A escultura Central Tejo é da autoria do artista plástico Pedro Cabrita Reis e está instalada no pontão do rio Tejo, no campus da Fundação EDP. É uma peça que dialoga com o rio e com a paisagem a Sul do Tejo.”

11/17

“Salomé Lamas (1987) é uma das artistas mais importantes da nova geração de cineastas portugueses. Apresenta na Culturgest Porto uma instalação fílmica, que continua o projeto Fatamorgana apresentado numa versão teatral em 2016, no contexto do Festival BoCA.”

10/18

“As obras com que José Pedro Croft representará Portugal na Bienal de Artes de Veneza, em Itália, saíram esta segunda-feira da Póvoa de Varzim, “nuns camiões imensos”, em direcção a Mestre, onde deverão chegar no final desta semana, explicou o artista plástico na conferência de imprensa de apresentação do projecto Medida Incerta que esta manhã se realizou no Palácio da Ajuda, em Lisboa. Em seguida, as seis monumentais esculturas serão transportadas para a ilha da Giudecca num barco-grua e serão colocadas nos jardins da Villa Hériot, onde a partir do dia 26 de Abril começarão a ser montadas.”
04/17
“No corredor de Sarmento não é só o sujeito que é exposto, mas a arquitectura – conventual, tipológica, regular – do convento é um dos elementos importantes do processo de construção e activação da memória. E é este poder da forma arquitectonica que Fernanda Fragateiro (n. Lisboa, 1962) usa como primeiro elemento da obra que desenvolveu para a exposição.”
11/17

[/vc_column][/vc_row]

“Entrevista a José Miguel Pinto, responsável pela Otiima Artworks, sobre o contexto empresarial e artístico dos projectos já realizados, bem como do novo projecto das residências No Entulho.”
04/18

“Uma fábrica que é muito mais do que uma serralharia (…) um estaleiro usado por escultores e arquitectos consagrados; e, a partir deste ano, um atelier para residências de jovens artistas.”
03/18
“Artista francês de origem portuguesa, Jérémy Pajeanc foi o primeiro residente do projecto No Entulho. Aproveitou a oportunidade para chamar a atenção para o drama dos imigrantes que querem passar a fronteira de França para a Inglaterra.”
03/18
“Bom Caminho Errado” é o mote para a segunda mostra criativa do programa de residências artísticas “No Entulho”, uma iniciativa da OTIIMA ArtWorks que visa proporcionar a pesquisa, a partilha e a produção artística desenvolvida nas instalações da empresa.”
05/18
“Desenvolvemos este espaço com o objetivo de apresentar os trabalhos que resultam do nosso programa de residências artísticas na Póvoa de Varzim”, explica Diana Menino, coordenadora do projeto em Lisboa. As obras de Rafael Yaluff, de Jérémy Pajeanc e de Tiago Madaleno são as primeiras a sair desta iniciativa, que se chama No Entulho.”
10/18

“No Entulho: Tudo se cria, tudo se transforma, mas nada se perde”

04/18

Os projectos desenvolvidos para a exposição “Still Cabanon” poderão ser vistos a partir do dia 25 de Outubro no Gabinete, em Lisboa. Depois da passagem pela Casa da Arquitetura, em Matosinhos, o Gabinete apresenta Still Cabanon, uma exposição itinerante criada para o Anozero’17 – Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra.
10/18
“Os projectos desenvolvidos para a exposição “Still Cabanon” poderão ser vistos a partir do dia 21 de Julho na Casa da Arquitectura, em Matosinhos. A exposição será inaugurada pelas 17h, e estará patente na Galeria da Casa até ao dia 16 de Setembro. A exposição “Still Cabanon” resulta de um desafio lançado pelo Atelier do Corvo e a ArtWorks a autores de diferentes áreas disciplinares como a arte, a arquitetura e o design, e surgiu no âmbito da programação associada à bienal Anozero’17 – Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra.”
07/18

“Arrancou no sábado passado (18 de Novembro) a exposição “Still Cabanon”, no âmbito da programação associada à bienal Anozero’17 – Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra. “

11/17

A instalação “Central Tejo” de Pedro Cabrita Reis, desenvolvida pela Artworks para a Fundação EDP. “Duas torres em alumínio, conexas e iluminadas, com 10 metros de altura. A escultura Central Tejo é da autoria do artista plástico Pedro Cabrita Reis e está instalada no pontão do rio Tejo, no campus da Fundação EDP. É uma peça que dialoga com o rio e com a paisagem a Sul do Tejo.”

11/17

“Salomé Lamas (1987) é uma das artistas mais importantes da nova geração de cineastas portugueses. Apresenta na Culturgest Porto uma instalação fílmica, que continua o projeto Fatamorgana apresentado numa versão teatral em 2016, no contexto do Festival BoCA.”

10/18

“As obras com que José Pedro Croft representará Portugal na Bienal de Artes de Veneza, em Itália, saíram esta segunda-feira da Póvoa de Varzim, “nuns camiões imensos”, em direcção a Mestre, onde deverão chegar no final desta semana, explicou o artista plástico na conferência de imprensa de apresentação do projecto Medida Incerta que esta manhã se realizou no Palácio da Ajuda, em Lisboa. Em seguida, as seis monumentais esculturas serão transportadas para a ilha da Giudecca num barco-grua e serão colocadas nos jardins da Villa Hériot, onde a partir do dia 26 de Abril começarão a ser montadas.”
04/17
“No corredor de Sarmento não é só o sujeito que é exposto, mas a arquitectura – conventual, tipológica, regular – do convento é um dos elementos importantes do processo de construção e activação da memória. E é este poder da forma arquitectonica que Fernanda Fragateiro (n. Lisboa, 1962) usa como primeiro elemento da obra que desenvolveu para a exposição.”
11/17
“Entrevista a José Miguel Pinto, responsável pela Otiima Artworks, sobre o contexto empresarial e artístico dos projectos já realizados, bem como do novo projecto das residências No Entulho.”
04/18

“Uma fábrica que é muito mais do que uma serralharia (…) um estaleiro usado por escultores e arquitectos consagrados; e, a partir deste ano, um atelier para residências de jovens artistas.”
03/18
“Artista francês de origem portuguesa, Jérémy Pajeanc foi o primeiro residente do projecto No Entulho. Aproveitou a oportunidade para chamar a atenção para o drama dos imigrantes que querem passar a fronteira de França para a Inglaterra.”
03/18
“Bom Caminho Errado” é o mote para a segunda mostra criativa do programa de residências artísticas “No Entulho”, uma iniciativa da OTIIMA ArtWorks que visa proporcionar a pesquisa, a partilha e a produção artística desenvolvida nas instalações da empresa.”
05/18
“Desenvolvemos este espaço com o objetivo de apresentar os trabalhos que resultam do nosso programa de residências artísticas na Póvoa de Varzim”, explica Diana Menino, coordenadora do projeto em Lisboa. As obras de Rafael Yaluff, de Jérémy Pajeanc e de Tiago Madaleno são as primeiras a sair desta iniciativa, que se chama No Entulho.”
10/18

“No Entulho: Tudo se cria, tudo se transforma, mas nada se perde”

04/18

Os projectos desenvolvidos para a exposição “Still Cabanon” poderão ser vistos a partir do dia 25 de Outubro no Gabinete, em Lisboa. Depois da passagem pela Casa da Arquitetura, em Matosinhos, o Gabinete apresenta Still Cabanon, uma exposição itinerante criada para o Anozero’17 – Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra.
10/18
“Os projectos desenvolvidos para a exposição “Still Cabanon” poderão ser vistos a partir do dia 21 de Julho na Casa da Arquitectura, em Matosinhos. A exposição será inaugurada pelas 17h, e estará patente na Galeria da Casa até ao dia 16 de Setembro. A exposição “Still Cabanon” resulta de um desafio lançado pelo Atelier do Corvo e a ArtWorks a autores de diferentes áreas disciplinares como a arte, a arquitetura e o design, e surgiu no âmbito da programação associada à bienal Anozero’17 – Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra.”
07/18

“Arrancou no sábado passado (18 de Novembro) a exposição “Still Cabanon”, no âmbito da programação associada à bienal Anozero’17 – Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra. “

11/17

A instalação “Central Tejo” de Pedro Cabrita Reis, desenvolvida pela Artworks para a Fundação EDP. “Duas torres em alumínio, conexas e iluminadas, com 10 metros de altura. A escultura Central Tejo é da autoria do artista plástico Pedro Cabrita Reis e está instalada no pontão do rio Tejo, no campus da Fundação EDP. É uma peça que dialoga com o rio e com a paisagem a Sul do Tejo.”

11/17

“Salomé Lamas (1987) é uma das artistas mais importantes da nova geração de cineastas portugueses. Apresenta na Culturgest Porto uma instalação fílmica, que continua o projeto Fatamorgana apresentado numa versão teatral em 2016, no contexto do Festival BoCA.”

10/18

“As obras com que José Pedro Croft representará Portugal na Bienal de Artes de Veneza, em Itália, saíram esta segunda-feira da Póvoa de Varzim, “nuns camiões imensos”, em direcção a Mestre, onde deverão chegar no final desta semana, explicou o artista plástico na conferência de imprensa de apresentação do projecto Medida Incerta que esta manhã se realizou no Palácio da Ajuda, em Lisboa. Em seguida, as seis monumentais esculturas serão transportadas para a ilha da Giudecca num barco-grua e serão colocadas nos jardins da Villa Hériot, onde a partir do dia 26 de Abril começarão a ser montadas.”
04/17
“No corredor de Sarmento não é só o sujeito que é exposto, mas a arquitectura – conventual, tipológica, regular – do convento é um dos elementos importantes do processo de construção e activação da memória. E é este poder da forma arquitectonica que Fernanda Fragateiro (n. Lisboa, 1962) usa como primeiro elemento da obra que desenvolveu para a exposição.”
11/17